skipToMain
Siga-nos:

João Sousa fica sem reação após tiebreak perdido e cai em Roland Garros

Redação
Ténis \ quinta-feira, maio 26, 2022
© Direitos reservados
Após um primeiro set equilibrado, faltaram argumentos ao vimaranense para contrariar o número 35 mundial nos restantes parciais. O jogador igualou a melhor prestação que já tinha no Open de França.

Ainda não foi desta que o melhor tenista português atingiu a terceira ronda de Roland Garros, segundo Grand Slam da época. João Sousa dividiu o primeiro set com  Lorenzo Sonego, tendo estado na frente por 6-5, antes de soçobrar de novo no tiebreak, à semelhança do que aconteceu na final do ATP 250 de Genebra e na primeira ronda do torneio parisiense. A partir daí, o vimaranense foi incapaz de contrariar a supremacia do italiano, número 35 do ranking mundial, e perdeu o encontro por 7-6, 6-3 e 6-4.

Após um set inaugural com duas quebras de serviço de parte a parte, em que o número 63 do circuito ATP perdeu no desempate, o transalpino foi quase sempre melhor a partir daí, vencendo o segundo set por 6-3. No terceiro set, o transalpino atingiu com rapidez uma vantagem de 5-2, que viria a segurar. João Sousa ainda respondeu com uma quebra de serviço que lhe permitiu o 5-4, mas já sem tempo para virar a maré, ao fim de duas horas e 39 minutos.

Com este desfecho, o atleta de Guimarães repetiu as prestações de 2013, 2015, 2016 e 2017. Nas restantes participações, ficara sempre pelo caminho na primeira ronda.